sábado, 9 de março de 2013

Amigo? Será Mesmo?

Certa vez me disseram que a vida é solitária, eu não pude aceitar, não desse ponto de vista generalizado...é difícil pra quem não teve a mesma filosofia de vida, de amadurecimento que eu, entender, mas me criei crendo nos valores e princípios da amizade, defendendo a todo custo a sacralidade da palavra, do sentimento, da cumplicidade e lealdade inerentes a uma real amizade...me enganei...não de todo, mas em pontos gritantes...
 
Primeiramente me enganei de pessoas, por diversas vezes ao longo dos meus 20 anos de vida social* eu inclui em meu circulo sagrado pessoas nada merecedoras, pessoas ingratas, hipócritas, falsos amigos no mais puro significado da palavra Falso...pessoas que só mostravam amizade em suas horas de necessidade, que só demonstravam carinho e gratidão enquanto se concordava com elas, enfim, enquanto precisavam de mim ou do meu conhecimento...não há meias verdades nisso, essa é a única reta num emaranhado de enganos...a linha reta dos ímpios!
 
Apesar de duplamente pisciana, signo caracterizado pelo fácil instinto a tornar-se vítima, esse não é o caso, simplesmente porque vítimas não dão as caras, se escondem, eu enalteço, eu explodo, porque outra característica essencial dos piscianos é a intuição e essa nunca me faltou, embora por teimosia tenha deixado de ouví-la muitas e muitas vezes, o que me traz hoje a essa escrita...portanto não, não quero ser vítima, nem martír, só quero expor a minha verdade e pode ser a verdade de muitos que amarguram mas não colocam seus erros na mesa.
 
Dito isso, continuemos no caminho da moral dessa vivência...
 
Comecei a perceber que as pessoas são péssimas ouvintes, elas não escutam seu desabafo já imendam nos problemas Delas, sempre Elas...
 
Notei que ninguém aparece na minha porta pra saber como Eu estou, uma passadinha rápida que seja...não, as pessoas aparecem na minha porta quando Elas precisam de algo, sempre Elas...
 
Quando o aniversário de alguém se aproximava, sempre tomava a frente pra fazer algo, ainda que uma pequena surpresa...todos esperavam por isso, logo, ninguém se mexia (falha minha)...já quando chegava o meu aniversário creio que Eles esperavam que eu também o planejasse e esperavam, enquanto eu também esperava algo deles...resultado...decepção...
 
Nessa variada gama de espécimes humanas que cruzaram meu caminho, houve também claro, os aproveitadores, porque é bem melhor quando você tem uma amiga oraculista que não te cobra e te atende a qualquer hora...mas experimente você precisar de qualquer coisa no meio da madrugada e ligar...ela não atende...você atenderia mesmo que fosse pra dizer que o namorado não estava em baladas, você atenderia, simplesmente porque é uma amiga ligando, é dever! Não pra Elas...Elas não...
 
Mas piora...você estuda igual uma condenada pra ter o conhecimento que tem, ainda que seja pouco, a pessoa vem, suga tudo de você ja mastigado e te vira as costas...claro...normal...você já não serve...
 
Ainda tem a desculpa da distãncia..."ah mas você só tem celular, DDD é caro", mas SMS não! A pessoa fica de sol a sol online no FB e não te dá um oi, mas quando precisou de emprego você quase saiu pra que ela pudesse entrar...desculpe, esqueci...eu Era necessária neh...hoje não mais!
 
Enfim, eu poderia literalmente passar a madrugada inteira citando tipos que passaram por entre minha vida...mas o ponto é a frase inicial: "A vida é solitária", eu ainda não posso concordar com essa afirmação, mesmo que eu tenha sido a mais usada, atacada, esquecida, sugada e enganada das pessoas, ainda assim essa frase não me convence e é até bom porque pra mim crer nisso seria como abrir a Caixa de Pandora e deixar a Esperança ir embora...não se pode viver assim!
 
Eu simplesmente devo ter sido sorteada pra ter os Piores "amigos" do mundo! Se conhecessem as pessoas que tenho em mente me dariam razão sem pestanejar!
 
Mas alguém dirá: Foi aprendizado! (Adoro me adiantar à citações infelizes)...ok, certamente algo eu aprendi, mas não necessariamente precisava ser assim...uma debandada social...mas sim, antes só do que mal acompanhada, só que eu não acho que só deva restar essas duas opções...não posso aceitar isso como regra, não posso ser convencional, resignada, simplesmente não posso, não sou assim...
 
E salva-se alguém? Certamente...porém talvez sobre dedos em uma única mão!
 
Ainda assim refuto a frase: "A vida é solitária"!
Concordo que a jornada de cada um é solitária, afinal ninguem pode sentir, experimentar, viver nada exatamente como eu, a jornada da evolução sim é individual...
 
Quem compra essa idéia solitária já devia ter se desprendido de tudo o que é material e ido morar no alto de uma colina como eremita, isso é uma vida solitária!
 
Certo, então se a vida não é solitária porque eu estou sozinha?
Porque encontrei as pessoas erradas e as poucas certas posso ter afastado pela experiência que tive com as más...e seu eu deixar, isso vai se tornar um circulo vicioso infindável...
 
Quando existem ervas daninhas se corta o mal pela raiz, mas e quando as ervas daninhas estão entrelaçadas a algumas flores?
 
Nessas reflexões me pergunto: O que deu errado? Falhei? Onde falhei? Porque permiti que me enganassem? Porque abri meu coração tão facilmente? Foi carência? O que foi?
 
Foi na verdade formular princípios de caráter, moral e sentimento em tão tenra idade...aos 6 anos...obviamente não tinha vivência pra tal, mas tinha a inocência ideal pra formar bases corretas que hoje em dia como adultos não formamos tão simplesmente, temos de ter nossos porquês, racionalidade, motivo, causa, efeito, tudo...enquanto que uma criança simplesmente ama, se julga certo então é certo e baseada nisso, nesse "certo" que hoje não se torna errado mas incerto, chego onde cheguei, na expressão intensa e aberta de tudo que penso e sinto através da escrita...
 
E nem tente me entender, só entenda o fato de que pessoas erradas vão inevitavelmente entrar em sua vida, você vai sofrer e se revoltar, pensar nos maiores absurdos, navegar pelo mar turvo da decepção e ainda vai beber dele, mas mesmo assim, ainda assim...a Vida Não é solitária e você não deve aceitar nada só porque a maioria aceita...torne-se diferente e arque com isso mas preserve aquilo em que crê ou torne-se igual, mais um número nas estátisticas e arque com isso também e tome cuidado, robôs costumam enferrujar!
 
Ter opinião é riscar um fósforo...expressar sua opinião é lançar chamas à fogueira e correr o risco de ser queimado!
 
Moral da História: A amizade é boa, algumas pessoas é que não são, inafortunadamente conheci muitas delas!
Licença Creative Commons
O trabalho Amigo? Será Mesmo? de Sabrina Joicy Santos foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://diariosdaalma.blogspot.com.br/.

4 comentários:

  1. Verdade também passo por isso praticamente todos os dia...

    ResponderExcluir
  2. A vida, eu não sei. Mas o caminho do conhecimento é doloroso e solitário, sim. Aparentemente, as pessoas tem problemas em conviver com quem acumulou um pouco mais de conhecimento que elas (não apenas no campo espiritual, mas principalmente) - mas nenhum pudor em se aproximar pra tomar conhecimento.
    "Dá pra você olhar uma coisa pra mim nas cartas?" antes de "Tudo bem com você?" foi uma constante na minha vida por anos. Fui ceifando um a um.
    Mas esses nem foram os piores. Houve quem me acompanhasse durante anos, sendo tratada como filha, para na primeira oportunidade roubar tudo o que tinha com vulgaridade e ligações da mais baixa frequencia - ocupando todos os meus postos nos lugares que deixei.
    E mais coisas que nem poderia relatar aqui, por pesadas demais. Gente que me traiu por não suportar a idéia de me amar. E gente disposta a roubar minha energia a ponto de arriscar minha existência no corpo físico.

    Gente que diz amar a mesma Mãe que nos criou e agir em nome dEla.

    Hoje eu ando praticamente só. E a confiança integral é um devaneio distante. Mas algum desígnio para nós Ela tem. Hoje, a maior parte dos que eu chamo de amigos não tem corpo neste mundo. E assim sigo.

    Um abraço do outro lado do país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Samara bom vê-la por aqui tbm, concordo contigo e é mto bom saber que neste caminho temos mto mais pessoas parecidas conosco em situações do que pensamos, e que de certa forma ao nos reencontrarmos não somos mais "sozinhos"... abraços aqui do interior paulista!

      Excluir
  3. Oi.
    Descobri teu blog hoje, através de uma ligação que deixaste no FB, e estou adorando ler. Principalmente este post, que me diz muito, pois toda a minha vida tem sido assim... EU que procure, EU que pergunte para o/a amigo/a como está, se está tudo bem. EU que me preocupe em achar uma maneira bonita de desejar um feliz aniversário, de "massajar o ego" de alguém que eu sei que tem pouca auto-estima (não tão pouca como a minha), de dizer que aquela roupa ou aquele penteado ficam bem nela, porque um dia gostava que também me elogiassem. Por mais que eu não faça as coisas procurando aceitação ou palavras bonitas, o fato é que também sabe bem, né? ;) Por vezes fico um bocado farta que ninguém se lembre de mim, porque os outros estão sempre mais ocupados. Só porque sou dona-de-casa isso quer dizer que não faço nada o dia todo??
    Também já desiludi muito com certas "amizades", pois quando sou amiga me dou por inteiro, confio plenamente. E sempre esqueço que os outros nunca são assim, que hoje em dia o que vale é o "EU".
    Me revi muito nesse texto.
    :)

    ResponderExcluir

Humor de Qualidade!

Loading...

Um Filme sobre a Verdade!

Loading...

Um Filme para expandir sua Visão

Loading...

Musicas para Sempre!

Loading...

Musicas que Tocam a Alma

Loading...

Músicas para Tocar o Coração

Loading...